sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Ideia de acolhimento para às crianças até 3 anos

por Hector Othon

na meditação me vem constantemente a necessidade de repensar uma rotina de acolhimento às crianças até três anos, antes de entrarem no sistema de educação que as escolas oferecem.

Observando a rotina da Iaiá, minha filha (1 ano e 11 meses), sinto a clara necessidade da convivência com outras crianças. 

Recentemente a secretária da Gabriela levou junto a sua sobrinha Vitória de 3 anos e deu para sentir como a riqueza das brincadeiras, os papos, as trocas tem uma riqueza especial, diferenciada que um adulto nunca vai oferecer.

Já levamos a Iaiá a varias creches e até escolinhas, mas não sentimos confiança ou não concordamos com a rotina e programações, especialmente no item alimentação e tipo de brincadeiras:
  • alimentação em geral inclui açúcar, farinha branca, carne, e conservados; 
  • os jogos são competitivos, violentos; 
  • os cantos e histórias são carregados de violência e programações negativas tipo bater, castigar, matar, assustar... em fim, sem criticar, julgar... 
Eu sinto que rapidamente vamos ter que irradiar uma mudança no jeito que funcionam nossas escolas, os centros de saúde, os hospitais, as universidades públicas e privadas... na atualidade a serviço de um sistema de crenças e valores que claramente se mostram obsoletos e nocivos ao ser humano e ao ambiente. 

Nesta situação a ideia que tive que com certeza já muitos tiveram é:
  • entrar em contato com famílias amigas que tenham filhos até 4 anos. O ideal é que sejam no mínimo 5 famílias. E cada família recebe todas as crianças um dia a semana de segunda a sexta. Nesse dia a família que acolhe se prepara para receber idealmente a todas as crianças.  As atividades podem ser tanto nas casas como em parques e outros locais adequados.
  • entre as atividades pode estar fazerem juntos as comidas e os lanches... 
  • os pais que acolhem deverão estar instruídos em jogos, atividades, cantos, historias adequadas e abençoadas com os novos valores e costumes que queremos irradiar
  • seria bom estarmos em contato com facilitadores especializados no acolhimento as crianças da nova era...
Bom, vamos pensando juntos.

A Iaiá está em Cascavel, Paraná.

logo escrevo mais, fica a vontade para dar ideias e comentar

te amo
Hector Othon


Nenhum comentário:

Postar um comentário