sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Virada - Chegou a hora!

por Hector Othon


criado por Kelly Cristina de Oliveira
sabe porque estão se separando tantos casais? rompendo tantos grupos? desfazendo parcerias? acabando associações? desintegrando partidos? 

porque a luz está iluminando os mais recônditos esconderijos... e cada um está identificando o que gosta, o que necessita, o que quer, o que valoriza de um tal jeito que não dá para negar, para postergar...

a consciência, a inteligência a sensibilidade de si está se expandindo de um tal jeito que cada um está se identificando centro, pessoa a ser escutada e acolhida por si mesma...

nunca vi tanto a dignidade adornar a meus próximos... tenho notado neste último ano que as pessoas estão mais dignas, mais donas de si, mais autoconfiantes... ainda sem saber o que querem... mas sabendo o que não querem...

...um casal se separa não porque um não ame ou goste do outro, mas porque o jeito em que vive sufoca, estrangula, impede o movimento e estilo de vida diferenciado que cada um dos parceiros está começando a incorporar...

e assim acontece com os grupos, sociedades, partidos...

a tendência geral vai ser a separação, o rompimento, para cada um se autoconhecer e saber o que se quer e como se quer viver, para depois novamente se reagrupar... 

muitos após as separações então se entregando a promiscuidade de intimidade, guiados pela programação negativa da liberdade e da sexualidade, que aconselho não dar continuidade, porque? Porque não vai dar a satisfação que se busca, só vai complicar sua vida desde um ponto de vista emocional, energético e social... O sexo só deve ser praticado com aquele que o corpo e a alma identificam como parceiro, parceira para juntar as vidas seja por um segundo, seja por toda a vida... dessa maneira nos poupamos daquela terrível sensação de quando se chega no âmago do outro encontrar uma pessoa que na verdade não desejamos ou não nos deseja... funesto...

a complexidade da vida atual exige as pessoas estarem unidas com laços de confiança, lealdade mais profundos para poderem suportar as provações que a liberdade crescente de cada um exige...

a falta de liderança, de herói, de ídolo, de comando está repartindo entre todos a responsabilidade em relação ao que deve ser feito em nossa vida íntima, familiar, social... por que seguir este ou o outro costume, moral, se a vontade é viver de outro jeito, quiçá não experimentado por nossos pais e avós, mas em harmonia com a complexidade e beleza atual de nossas personalidades em transformação?

temos que aceitar que estamos vivendo uma revolução de valores, costumes e ordens sociais que requerem que cada um assuma com coragem e responsabilidade a sua verdade

nos resta administrar com carinho e a máxima delicadeza possível as mudanças inelutáveis que estão acontecendo... se negar a necessidade de mudança poderá ser fatal... porque aí ela acontece de forma brusca, violenta...

o auspicioso é buscar o entendimento, a fala, sustentado no esforço infinito para conseguir ver o outro como está sendo e não como gostaríamos que fosse... e ainda assim juntos resolver, encaminhar....

imagina como devem estar nestes momentos Dilma e todos no comando do governo... eles são nossos bodes, os últimos sobreviventes no poder instituído... 

não estou tendo conhecimento de avaliações sobre a situação do governo brasileiro, mas o que eu estou vendo através da lente dos planetas é que se nós não tomarmos atitudes decisivas esse governo não passa do mês de setembro... e não falo isto por exercício de previsão... mas para alertar para a necessidade de incorporarmos a consciência e atitude cidadã que o momento está exigindo... 

atenção amados, amadas a situação está muito delicada e exige que todos estejamos fazendo o que nos corresponde como cidadãos brasileiros!!!

E assim também em nosso trabalho, família, vida pessoal, o momento exige verdade, transparência e abrir o jogo para cada um se situar e tomar as atitudes e decisões que a situação atual clama.


te amo
Hector Othon


3 comentários: